bb.com.br
 
 
 
Aumentar a fonte
Diminuir a fonte
Espanhol Inglês
Home  
Programa Agricultura de Baixo Carbono
 BBProgramaABC474x280

O Banco do Brasil é atualmente o principal agente financeiro do Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC), que tem por objetivos reduzir as emissões de gases de efeito estufa oriundas das atividades agropecuárias; reduzir o desmatamento; aumentar a produção agropecuária em bases sustentáveis; adequar as propriedades rurais à legislação ambiental; ampliar a área de florestas cultivadas; estimular a recuperação de áreas degradadas. Na safra 2011/2012 (período de 01.07.2011 até 14.05.2012) já financiou 2.142 projetos, com valor total correspondente de R$ 666 milhões.

O crédito é destinado a investimentos em recuperação de áreas e pastagens degradadas; implantação de sistemas orgânicos de produção agropecuária; implantação e melhoramento de sistemas de plantio direto (SPD); implantação de sistemas de integração lavoura- pecuária, lavoura-floresta, pecuária-floresta ou lavoura-pecuária-floresta; implantação, manutenção e manejo de florestas comerciais; adequação ou regularização das propriedades rurais frente à legislação ambiental, inclusive recuperação da Reserva Legal e de Áreas de Preservação Permanente, e o tratamento de dejetos e resíduos, entre outros; implantação de planos de manejo florestal sustentável; implantação e manutenção de florestas de dendezeiro, prioritariamente em áreas produtivas degradadas.

Das 27 unidades federativas do Brasil, 20 já foram beneficiadas com o Programa, com maior volume de recursos aplicados nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná. 

Quase 50% dos projetos financiados envolvem a recuperação de pastagens e de áreas degradadas para reinserção no sistema produtivo, o que representa ampliação de área disponível à produção de alimentos e redução da pressão sobre áreas de matas nativas.

Além das possibilidades de financiamento de investimento em agricultura de baixo carbono, o BB na safra em andamento já aplicou cerca R$ 21,7 bilhões em custeio agrícola, desses, R$ 11,5 bilhões foram destinados à implantação de culturas no sistema de plantio direto na palha (SPD). A área cultivada em SPD e financiada no BB corresponde a 11,1 milhões de hectares. Esse sistema de cultivo resulta em melhorias nas qualidades físico-químicas do solo que consequentemente contribuem para a conservação das águas e para a redução de emissão de GEE por meio da maior retenção de carbono no solo.

Uma equipe técnica rural do BB, composta por 250 profissionais de ciências agrárias (agrônomos, veterinários, engenheiros florestais e zootecnistas), distribuídos por todo território nacional, presta assessoramento à Rede de Agências e aos clientes produtores rurais.
 
 
 pxl1web00002_www-80-20
© Banco do Brasil  

Carregando ...