<< Voltar

Boletim Pessoal 28 - Ampliação da Rede Gepes

A ampliação da Rede de Gerências Regionais Gestão de Pessoas (Gepes) foi aprovada pelo Conselho Diretor no início de agosto de 2010. Com a medida, todos os Estados passarão a contar com pelo menos uma Gerência Regional. Dando continuidade à divulgação dos principais avanços obtidos em questões de interesse do funcionalismo, o Boletim Pessoal entrevistou o vice-presidente Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Sustentável, Robson Rocha, que traz mais informações sobre o tema.



Boletim Pessoal – Qual a importância da atuação das Gepes no País?

Robson Rocha – As Gepes exercem um papel fundamental na vida e carreira dos funcionários e na Empresa. Elas são responsáveis pela execução e operacionalização das políticas e estratégias em Gestão de Pessoas, de relações com funcionários e entidades patrocinadas, bem como de responsabilidade socioambiental e cidadania empresarial.

São as Gepes que, nos Estados, fazem a convocação e a qualificação de novos funcionários, viabilizam treinamentos, conduzem o Programa Aprendiz BB, o Programa de Assistência a Vítimas de Assalto e Sequestro (Pavas) e o Programa de Assistência Social (PAS), apóiam o trabalho das Equipes de Comunicação e Autodesenvolvimento (Ecoa), dentre outras atividades.

É importante ressaltar que, somente em 2010, o BB investirá cerca de R$130 milhões em treinamentos - número bastante significativo diante do que outras empresas do nosso ramo e porte investem anualmente. O trabalho das Gepes é fundamental para o desenvolvimento dessas atividades.

Ou seja, as Gepes contribuem para o crescimento pessoal e profissional dos funcionários, para que tenham maiores oportunidades de ascensão e realização profissional, além de melhores condições de trabalho.


Boletim Pessoal – O que muda para os funcionários que atuam em estados que não tinham a rede Gepes?

Robson Rocha – Esses funcionários agora serão atendidos com mais agilidade, rapidez e comodidade. Além disso, esse atendimento será feito por colegas que estão na mesma praça e, por isso, partilham da realidade daquele funcionário.

Com as Gepes mais próximas, os treinamentos presenciais, por exemplo, ficam mais acessíveis. O funcionário não precisará mais se deslocar para outro estado, otimizando tempo e recursos.


Boletim Pessoal – O que motivou a criação de novas Gepes?

Robson Rocha – Nos últimos tempos aconteceram as incorporações, novas superintendências foram criadas e houve um significativo aumento na rede de dependências e no quadro de funcionários. Só neste ano, por exemplo, recebemos mais seis mil novos colegas. As atribuições das Gepes também foram incrementadas com a criação dos Comitês de Ética e do Sesmt, cuja operacionalização é de responsabilidade delas. Por isso, foi preciso adequar a capacidade de resposta para manter a qualidade do atendimento das Gepes.

É importante ressaltar que, além da criação das novas Gepes, estamos realizando uma revisão nas estruturas das Gepes já existentes, dando melhores condições de atendimento às crescentes demandas de desenvolvimento de pessoas neste dinâmico e competitivo mercado no qual estamos inseridos.


Boletim Pessoal – Como se dará a ampliação? Já há prazo definido para o início das atividades das novas Gepes?

Robson Rocha – Foram criadas seis novas Gepes e quatro plataformas. As novas unidades serão nos estados de Alagoas, Piauí, Rondônia, Tocantins e São Paulo (uma em Bauru e outra em Campinas).

No Acre, Amapá, Roraima e Sergipe, a Gepes estará presente por meio da criação de plataformas, que são estruturas fixas, geograficamente deslocadas de uma Gepes jurisdicionante, para atendimento local.

Com isso, todos os estados contarão, até janeiro de 2011, com pelo menos uma Gerência Regional para atendimento presencial.


Boletim Pessoal – A criação das novas Gepes acaba com as “Gepes Itinerantes”?

Robson Rocha – Não. O principal objetivo das "Gepes Itinerantes" é levar a cada uma de nossas dependências, inclusive no interior dos Estados e naquelas agências distantes das capitais do País, uma reflexão sobre as políticas e estratégias em gestão de pessoas do Banco do Brasil. Por meio da visita de um funcionário da Gepes a essas dependências, cria-se um efetivo canal de comunicação, através do qual podemos ouvir, aproximar, esclarecer e estar mais próximos das pessoas. Somente no primeiro semestre deste ano, fizemos 414 visitas das “Gepes Itinerantes”. Vamos continuar com este trabalho.


Carregando ...