Sustentabilidade
acesse sua Conta
 
icone testeira - Acesso à Informação Bandeira Idioma Inglês
Outros Sites
Sustentabilidade
Home Sustentabilidade 
Princípios Éticos e Socioambientais

A postura de responsabilidade socioambiental do Banco do Brasil tem como premissa a crença na viabilidade de se conciliar o atendimento aos interesses dos seus acionistas com o desenvolvimento de negócios social e ecologicamente sustentáveis, mediante o estabelecimento de relações eticamente responsáveis com seus diversos públicos de interesse, interna e externamente.

Vai além, acredita que esta postura contribua para o desenvolvimento de um novo sistema de valores para a sociedade que tenha como referencial maior o respeito à vida humana e ao meio ambiente, condição indispensável à sustentabilidade da própria humanidade.

Esses compromissos, definidos pelo Conselho Diretor e pelo Conselho de Administração do Banco do Brasil e assumidos por toda a organização,  estão expressos na Carta de Princípios de Responsabilidade Socioambiental e no Código de Ética do Banco do Brasil.


Carta de Princípios de Responsabilidade Socioambiental


O Banco do Brasil se compromete a:

  • Atuar em consonância com Valores Universais, tais como: Direitos Humanos, Princípios e Direitos Fundamentais do Trabalho, Princípios sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento.
  • Reconhecer que todos os seres são interligados e toda forma de vida é importante.
  • Repelir preconceitos e discriminações de gênero, orientação sexual, etnia, raça, credo ou de qualquer espécie.
  • Fortalecer a visão da Responsabilidade Socioambiental como investimento permanente e necessário para o futuro da humanidade.
  • Perceber e valer-se da posição estratégica da corporação BB, nas relações com o Governo, o Mercado e a Sociedade Civil, para adotar modelo próprio de gestão da Responsabilidade Socioambiental à altura da corporação e dos desafios do Brasil contemporâneo.
  • Ter a transparência, a ética e o respeito ao meio ambiente como balizadores das práticas administrativas e negociais da Empresa.
  • Pautar relacionamentos com terceiros a partir de critérios que observem os princípios de responsabilidade socioambiental e promovam o desenvolvimento econômico e social.
  • Estimular, difundir e implementar práticas de desenvolvimento sustentável.
  • Enxergar clientes e potenciais clientes, antes de tudo, como cidadãos.
  • Estabelecer e difundir boas práticas de governança corporativa, preservando os compromissos com acionistas e investidores.
  • Contribuir para que o potencial intelectual, profissional, artístico, ético e espiritual dos funcionários e colaboradores possa ser aproveitado, em sua plenitude, pela sociedade.
  • Fundamentar o relacionamento com os funcionários e colaboradores na ética e no respeito.
  • Contribuir para a universalização dos direitos sociais e da cidadania.
  • Contribuir para a inclusão de pessoas com deficiência.



Código de Ética

Atualmente, observa-se que a gestão da ética corporativa, além de comportar a tradicional visão filosófica do tema, a qual em essência busca discernir o que é bom do que é mau, também se relaciona - pragmaticamente - com a tríade de sustentabilidade (social, ambiental e econômica), com a imagem da empresa, exigências de stakeholders, obtenção de certificações e, no limite, com a ampliação da capacidade das organizações realizarem negócios e gerar resultados.

Neste contexto, os códigos de ética representam o marco fundamental de qualquer programa de gestão da ética corporativa, pois explicitam os valores ou referenciais éticos que devem orientar o comportamento dos funcionários e o da própria organização.

O Código de Ética do Banco do Brasil foi atualizado no segundo semestre de 2009. Na construção deste documento foram referenciados os preceitos éticos considerados importantes pela empresa, as recomendações da Organization for Economic Co-operation and Development, da Comissão de Ética Pública da Presidência da República Indicadores Ethos de Responsabilidade Social, Índice Dow Jones de Sustentabilidade, Lei Sarbanes-Oxley e Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bovespa. Também foram ouvidos empregados e estagiários; clientes; fornecedores; entidades sindicais; acionistas e analistas de mercado, cujas sugestões foram agregadas ao texto final.

De acordo com os valores que expressam, o Código de Ética do BB agrega nove perspectivas: clientes, funcionários e colaboradores, fornecedores, acionistas, investidores e credores, parceiros, concorrentes, governo, comunidade e órgãos reguladores.

Além dos normativos internos relacionados à ética corporativa, os executivos do BB também estão submetidos ao Código de Conduta da Alta Administração federal.
 
 
 
 pxl0porbb004_www-80-63
© Banco do Brasil
Central de Atendimento BB - 4004 0001 / 0800 729 0001 SAC BB - 0800 729 0722 Ouvidoria - 0800 729 5678 Deficientes auditivos/fala - 0800 729 0088 Segurança
 

Carregando ...