Rosângela Casseano

Desvendando a Programação Neurolingüística

Rosângela Casseano é Psicóloga, Hipnoterapeuta, MASTER em Programação Neurolingüistica. Atualmente, é Psicoterapeuta, Personal coach e Consultora em Carreira; atendendo queixas comportamentais, diagnósticos e intervenção na estrutura e cultura de organizações e instituições.

O que é a Programação Neurolingüística?

Programação, ato de Programar, Neuro, vem do latim: cérebro, lingüística a ciência que estuda os idiomas, a linguagem as palavras e o seu significado. Ou seja, PNL é, segundo Richard Bandler, "O ESTUDO DA ESTRUTURA DA EXPERIÊNCIA SUBJETIVA DO SER HUMANO E O QUE PODE SER FEITO COM ELA".

E como esta ciência surgiu?

A PNL é uma ciência, não aceita ainda no Brasil como ciência mas sim como método de transformação humana. Os estudos da Programação Neurolingüística, ou PNL, começaram nos anos 70, com os norte-americanos Richard Bandler e John Grinder. A partir de observações sobre a estrutura da linguagem, associando a ciência da informação e da computação à lingüística, dando assim origem a PNL.

Eles estudaram o comportamento de pessoas bem-sucedidas, que demonstravam eficiência de desempenho e eram exemplos reconhecidos de sucesso. Essas observações, baseadas na modelagem de estratégias, resultaram na criação de técnicas que possibilitaram que qualquer pessoa, que desenvolva a técnica, alcance esses objetivos.

A PNL mostra de forma muito explicativa como cada pessoa "funciona", como seu cérebro está programado para reagir em todas as situações, quando você estuda as técnicas de PNL entende como "VOCÊ" funciona e a partir daí aprende a fazer pequenas mudanças na sua forma de pensar. A maneira de se aprender essas técnicas é através de cursos sérios e didáticos sobre PNL.

A PNL tem seu maior foco na comunicação? Pode ser aplicada em outras áreas?

A Comunicação é a principal parte da PNL, aprendendo como você se comunica com o mundo e com você mesmo é possível otimizar sua comunicação nas relações pessoais, profissionais, familiares, etc. Mas o uso da PNL se dá principalmente para oferecer recursos de transformação para a obtenção de metas e objetivos.

E pode ser usado em diversas áreas, tais como: educação, autoconhecimento, jornalismo, marketing, vendas, esporte e principalmente ensinar ás pessoas que há um jeito de tornar a vida mais simples, mais fácil. Você pode aprender a ser mais tolerante, passa a ter uma forma de pensar mais equilibrada.

A partir do momento que você passa a se conhecer melhor, pode promover mudanças no seu comportamento e no das outras pessoas.

De que forma isso é possível?

Você percebe o que precisa ser mudado e como fazer isso. No aspecto profissional, isso se torna muito importante porque as relações de trabalho são baseadas nas relações humanas. O bom relacionamento é a base de tudo, seja em casa ou no escritório.

Você aprende a usar técnicas de conquista, no bom sentido. E há uma grande vantagem na PNL, o treinamento não precisa ser necessariamente corporativo, também pode ser feito de forma individual; no consultório.

Qualquer pessoa pode aprender as técnicas da programação neurolingüística?

A principio sim, desde que não tenha problemas neurológicos severos. Algumas pessoas vão apreender mais rapidamente, outras vão demorar mais, talvez por serem mais rígidas, inflexíveis e não estarem abertas à mudança.

De que maneira a PNL pode contribuir para o desenvolvimento profissional e pessoal?

Todos os profissionais que dependem do "material humano" para trabalhar acabam aproveitando mais as dicas e técnicas de PNL no seu dia-a-dia. Mas, atualmente, o curso vem sendo muito procurado por técnicos e engenheiros, profissionais que sempre deram mais importância às competências técnicas, mas já perceberam que ser um bom colega de trabalho e um bom líder também ajuda muito.

A PNL contribui exatamente neste ponto-chave: ensina técnicas para alcançar objetivos práticos através do fortalecimento pessoal.

 
 pxl1web00505_www-externo-48
© Banco do Brasil
Central de Atendimento BB - 4004 0001 / 0800 729 0001 SAC BB - 0800 729 0722 Ouvidoria - 0800 729 5678 Deficientes auditivos/fala - 0800 729 0088 Segurança
 

Carregando ...